Que tal ser diferente sempre?
Alugue vestidos e acessórios

Same No More
Alta Costura Brasileira

Alta Costura Brasileira: Existe?

Costuma-se ouvir no Brasil o termo “Alta Costura” se referindo a algum traje de gala em casas de costura ou lojas de roupas de festas. Muitos inclusive assinam suas lojas e ateliês como Alta Costura. Mas o que define de fato a Alta Costura? É aplicável ao Brasil ou aos profissionais brasileiros? Saiba mais sobre este tema neste blog post. 

A Origem do Termo Alta Costura

Alta Costura Brasileira

O conceito de Alta Costura surgiu na França no ano de 1850. O idealizador foi Charles Frederick Worth, um estilista inglês que produziu o primeiro desfile inteiro com peças exclusivas. Em razão disso, o termo em Francês é Haute-Couture, e diz respeito à criação de modelos exclusivos feitos artesanalmente.

No passado, o termo se referia àqueles que produziam as roupa da elite, mas seu uso acabou se tornando comum. O seu uso inadequado, com o passar dos anos, fez com que a Alta Costura fosse relacionada a todas as peças confeccionadas sob-medida. Também se relaciona àquelas peças confeccionadas em tecidos nobres e com mais requinte para festas de luxo. Por exemplo, festas de gala, formaturas, casamentos e bailes.

No entanto, o termo Alta Costura é uma patente protegida por lei na França, sendo que existem regras específicas que definem o uso do termo. Para ilustrar, é necessário ter um ateliê em Paris registrado na Câmara Sindical da Alta Costura Parisiense. Grandes nomes da Alta Costura incluem estilistas como Chanel, Versace, Christian Dior, Givenchy e Giorgio Armani.

Alta Costura Brasileira

Contudo, este fato não impede que no Brasil muitos profissionais de moda utilizem o termo “Alta Costura”. Mas na verdade o que existe no Brasil é Alta Moda. Este termo e refere à todas as criações consideradas de luxo que também são exclusivas. Inclui-se nesta categoria as peças feitas sob medida, bordadas e costuradas à mão.

Deixe uma resposta