Que tal ser diferente sempre?
Alugue vestidos e acessórios

Same No More

Minimalismo: Menos é Mais

Minimalismo não é apenas um conceito, é um estilo de vida. Parte do princípio que Menos é Mais, que já ouvimos várias vezes, e chegou a hora de questionar se realmente entendemos o recado. Em outras palavras:

Minimalismo elimina o desnecessário e abre espaço para o quê lhe faz feliz.

Mas vamos decidir se o minimalismo é para você:

  1. Você passa tempo demais decidindo o quê usar de manhã?
  2. Tem estresse demais na sua vida?
  3. Você gostaria de ter mais tempo livre?
  4. Existem coisas que para você são mais valosas que bens materiais?
  5. Você se considera uma pessoa que não tem medo de mudanças?
  6. A sua vida é valiosa demais para ser vivida como a vida dos outros?

Se você respondeu “Sim” para 4 ou mais das perguntas, então entre para o clube e continue lendo este post, e descubra como aplicar minimalismo à sua vida.

Comece num ambiente que seja fácil para você

Essa questão varia de pessoa para pessoa. Uns exemplos são:

  • O carro
  • Mesa do trabalho
  • Cozinha
  • Banheiro

São espaços que são menos pessoais que o quarto e o closet. O apego emocional pode ser um dos maiores desafios aos Minimalistas novatos, então comece eliminando o lixo, embalagens vazias, objetos duplicados e veja qual é a sensação “pós detox ambiental”.

Elimine o que não está fazendo bem a você ou seu ambiente

Você merece ter coisas que lhe fazem feliz, então faça um esforço para se desfazer do que só ocupa espaço. Se você está na dúvida, coloque o objeto, peça de roupa, ou o que for, num lugar escondido e fora do seu caminho por um tempo. Sentiu falta? Se não, tchau.

Pergunte, pergunte, e pergunte novamente

Faça perguntas a você mesma sobre seus bens materiais. Isso é importantíssimo para descobrir o quê está causando um apego às suas coisas.

Qualidade acima de Quantidade

A ideia é ter menos coisas materiais, porém tudo que você tiver será de altíssima qualidade, e isso acaba sendo ridiculamente mais econômico, por incrível que pareça. Quanto mais coisas você tiver, mais tempo e energia você vai gastar mantendo tudo.

Por exemplo: uma camisa mais barata pode ser conveniente a curto prazo, mas em 3 meses vai ter que ser jogado fora porque já rasgou ou encolheu na máquina de lavar roupas, e uma nova terá que entrar em seu lugar. Uma camisa de alta qualidade vai ser mais caro, se você estiver pensando a curto prazo, porém vai durar muito mais tempo, e você acaba de se livrar de mais uma preocupação.


É importante saber que Minimalismo é muito flexível e tem um significado diferente para todos, e cada um pode aplicar às suas vidas baseado em seus próprios valores.

E você? Tem alguma dica? Deixe seu comentário e compartilhe a sua experiência.

Deixe uma resposta