Que tal ser diferente sempre?
Alugue vestidos e acessórios

Same No More
moda rápida roupas

Moda Rápida: Quanto Realmente Custa o Seu Look?

A indústria da moda mudou muito nos últimos anos, principalmente pelo surgimento da moda rápida (fast fashion). Quando nossas mães tinham a nossa idade, comprar roupas não era tão fácil como é hoje. Com toda a certeza elas não podiam simplesmente ir ao shopping e comprar várias peças de uma só vez, como nós fazemos.

A moda rápida possibilitou que a nossa geração pudesse comprar roupas transadas super baratas. Contudo, tem causado impacto não somente no meio ambiente, como também na vida das pessoas que trabalham nesta indústria. E você? Sabe quanto realmente custa o seu outift?       

moda rápida costureiras

O que é a Moda Rápida ou Fast Fashion?

A moda rápida é a produção de roupas em grande quantidade em países subdesenvolvidos a um custo baixíssimo. Empresas que adotam este modelo de negócio são conhecidas por criarem coleções novas a cada semana. Sem dúvida, isso dá ao consumidor a sensação de que para estar na moda deve estar sempre consumindo. Além disso, as roupas produzidas são de baixa qualidade e duram pouco.

moda rápida lixao

Impactos Ambientais e Sociais da Moda Rápida

A moda rápida impacta o meio ambiente porque, como o preço das peças é baixo, os consumidores não se importam em usá-las poucas vezes e depois jogá-las fora. Em consequência disso, na maioria das vezes estas roupas acabam nos lixões. E como roupas não são  biodegradáveis, elas levam em média 200 anos para se decomporem. Isso gera gases tóxicos que são liberados no meio ambiente.

Além do impacto ambiental, a produção de roupas em larga escala gera também um impacto social uma vez que é baseada na terceirização intensa da cadeia produtiva. Os profissionais que confeccionam as peças – em sua grande maioria, mulheres em países subdesenvolvidos – trabalham em condições desumanas. Em muitos casos, os prédios onde trabalham não são seguros, correndo o risco de desabarem ou pegarem fogo. Foi exatamente isto o que aconteceu em 2013 no famoso desastre do Rana Plaza em Dhaka no Bangladesh, deixando mais de 1000 mortos.

Além disso, os funcionários não são bem pagos (recebendo menos de USD 35 por mês), trabalham longas horas sem receber hora extra, não folgam durante o final de semana, e não têm direito à férias. São praticamente escravos, e com o que ganham vivem nas favelas em verdadeira miséria.

moda rápida costureiras

A Moda Rápida no Brasil

No Brasil, estima-se que 20% da indústria têxtil opere no modelo da moda rápida. Portanto, nós brasileiros não estamos imunes ao impacto negativo que tal modelo de negócio traz.

Por exemplo, em 2011, oficinas de costura de São Paulo fornecedoras de uma marca estrangeira famosa foram flagradas empregando imigrantes ilegais da Bolívia e do Peru em condições análogas à de escravos. Isso inclui contratações ilegais, trabalho infantil, condições degradantes de trabalho e jornadas de até 16 horas diárias. Inclui também cobrança e desconto irregular de dívidas dos salários, e proibição de deixar o trabalho! 

Com o slogan “Que tal ser diferente sempre?”, a Same No More proporciona às suas clientes uma experiência de luxo a preços acessíveis, e uma forma mais inteligente de consumir moda. Quer saber como promovemos o consumo consciente e cuidamos do planeta e das pessoas? Acompanhe-nos por aqui que vamos contar para vocês nos nossos próximos blog posts <3

Deixe uma resposta